Disponibilizado código-fonte de DOS e Word

O Computer History Museum (Museu da História da Computação) conseguiu nesta semana um acordo com a Microsoft para a liberação do código fonte do Sistema Operacional MS DOS e também do Word for Windows versão 1.1. Este museu é conhecido por ter como objetivo preservar a história dos softwares, notadamente aqueles usados no início da computação, em que a liberação do código fonte, como no caso, não interfere nos interesses comerciais, entretanto podem atender à finalidade educacional. Por mais que o software possa estar defasado, o simples acesso ao código e ver materializada a teoria que se vê em sala de aula pode ajudar estudantes de TI a desenvolverem soltares melhores.

Softwares MS DOS e Word
Caixinhas do MS DOS e Word for Windows – Fonte: Site da Revista Info

Para o MS DOS, estão disponibilidades as versões 1.1 e 2.0. Originalmente, era conhecido como QDOS (Quick and Dirt Operating System, ou Sistema Operacional Rápido e Sujo), e foi desenvolvido por Tim Patterson, funcionário da Seattle Computer Products. Paul Allen, que fundou a Microsoft juntamente com Bill Gates, conhecia Tim, e graças a um engenhoso acordo financeiro, a Microsoft passou a fornecer o então rebatizado PC-DOS para os computadores IBM, bem como rebatizou para MS DOS a versão para outros computadores pessoais. Dizem que enquanto a Microsoft começou aí seu caminho para a fortuna, a empresa que desenvolveu recebeu apenas 50 mil dólares (eu programo, tu programas, ele programa, nós programamos, vós programais e eles vendem e ficam com o dinheiro). Chama a atenção o fato de que o sistema operacional inteiro na sua primeira versão ocupa menos de 1 Megabyte, menor do que muitas aplicações relativamente simples para celulares.

Já no caso do Word for Windows a versão é a 1.1a, que ficou relativamente famosa por ter conseguido superar o Word Perfect, até então a plataforma dominante em editores de texto (e até hoje disponível).

MPU: Nomeação de Técnicos de Informática no RS

Foi publicada no Diário Oficial da União de hoje a portaria 275, que contempla a nomeação de candidatos do 8º concurso do MPU, para o cargo de Técnico do MPU – Especialidade Tecnologia de Informação, no Estado do Rio Grande do Sul. Confira abaixo o  nome dos servidores nomeados:

MPF

 RONALD SEREJO REBELO

LUIS AUGUSTO ULBRICH

MPU: Confira as Nomeações do 8º Concurso de Hoje

O MPU publicou no Diário Oficial da União de hoje, 16 de dezembro de 2013, novas portarias  de nomeação contemplando candidatos aprovados no 8º Concurso, organizado pela Cespe, para o cargo de Técnico do MPU/Apoio Técnico Administrativo/Tecnologia da Informação, nos Estados de São Paulo, Mato Grosso, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul. Confira, abaixo, a lista dos servidores nomeados:

São Paulo

CLAUDIA MAYUMI HARADA
RICARDO LIMA CAIO
MARGARETH MARIA MARQUES DANTAS
RENATA MIWA TSURUDA

Mato Grosso

DIVINO REIS PINTO DA SILVA
RODRIGO MOREIRA DE SOUZA ROCHA
EDEVAL CAMARGO DE MIRANDA JUNIOR

Rio de Janeiro

LEONARDO FIUZA RODRIGUES
PEDRO DE FREITAS MOREIRA

Mato Grosso do Sul

EVANDRO CARLOS PEREIRA
BRUNO DUCK FERREIRA DA SILVA

 

MPU faz primeira nomeação dos candidatos do 8º concurso

Foram publicadas hoje, no Diário Oficial da União, as primeiras nomeações do 8º Concurso do MPU. Foram contempados os cargos de Técnico do MPU/Saúde/Enfermagem e Saúde Bucal além da especialidade Tecnologia da Informação. Os candidatos aprovados no 8º Concurso do MPU, promovidos pelo Cespe, tem prazo de trinta dias para posse, contados desta nomeação. Confira abaixo a lista dos candidatos convocados:

Técnico do MPU/Saúde/Enfermagem

Distrito Federal – DF

MPF (PGR)

LUCAS DENONI CRATO

MPT

LIDIA ESTER LOPES DA SILVA

MPDFT

LEOSMAR GOMES DA SILVA
DIANE MARIA NUNES DA SILVA

Pernambuco

MPF

CAMILA DA COSTA LIMA SOUTO

Técnico Administrativo

Minas Gerais

MPF

FABIO EDUARDO PINTO COELHO

Tecnologia da Informação – Nível Médio

Minas Gerais

MPF

LEONARDO BRANDAO BASTOS ROSA
DUILIO CAMPOS SASDELLI
MARCUS HENRIQUE LUCAS MOTA
STEFFANY HELLYANO DE SOUZA

MPT

WELLINGTON GARCIA PEREIRA

Bahia

MPF

GUILHERME AUGUSTO CORTIAL CHAGAS SANTOS

Distrito Federal

MOZART DIAS MARTINS
DIOGO ALVES DE SOUSA
THIAGO COUTINHO ACIOLY
EDUARDO LUIZ TEODORO
ANTONIO JOSE DOURADO DA CONCEICAO
THIAGO VITOR DE ANDRADE MELO
FELIPE VASCONCELOS DE SOUZA
PEDRO OLIVEIRA DE AZEVEDO
LUAN COLI DANTAS
LEONARDO LEITE MARTINS
TIAGO RODRIGUES DE ARAUJO
LEONARDO AUGUSTO RODRIGUES
MARCELO BOAVENTURA DOS SANTOS *

MPT
RAFAEL DE ALMEIDA NASCIMENTO
THEOGENES FERREIR DUARTE
ISRAEL RIBEIRO MARTINS
ROBERTO WANDER BEZERRA DA COSTA
IVY STEFANY VIEIRA FLORES
RAFAEL CAMPANHARO FAVORETO
RODRIGO COSTA GOMES
ANDRE LUIS ITACARAMBI REGO
NICOLAS IRINEU TEIXEIRA

MPM
ANTONIO DE PADUA CARVALHO LOPES

MPDFT
LAYO FRANCISCO AGUIAR
GABRIEL DE OLIVEIRA RODRIGUES PORTO
MARCO AURELIO DE AGUIAR SANTOS
BRUNO CESAR LOPES BRAGA
DANILO SOARES CARNEIRO
PAULO AUGUSTO BERNARDI LEITE
LUIZ AUGUSTO BEZERRA CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE

Espírito Santo

MPF

RENATO PORTELA RIBEIRO

Saúde Bucal

Pernambuco

MPF

MIRELLA TAVARES CAMPOS

Distrito Federal

MPF

CLARISSA ROCHA MARTINEZ

MPT

THIAGO ALVES CEDRO

MPDFT

CAMILA ISRAEL AZEVEDO
CLARISSA BORGES BARBOSA

Lembrem-se de que o blog tem dicas sobre documentação e para quem vai para uma nova cidade, que podem ajudar muito para quem está em dúvidas e acabou de ser nomeado!

MPU Publica resultado do 8º Concurso para Nível Médio e de Analistas deve sair no dia 30

Foi publicado ontem o resultado final nas provas objetivas do 8º concurso do MPU para os cargos de nível médio (Tecnologia de Informação, Enfermagem e Saúde Bucal), bem como houve a convocação dos candidatos para que apresentem a documentação de desempate. Conforme edital, no caso de empate em pontuação, pode ser adotado o critério de participação em júri, para aqueles que exerceram a função de jurado a partir do ano de 2008.

Já o resultado final para os cargos de Nível Superior, de Analista em diversas especialidades, deve sair apenas na próxima quarta-feira, dia 30 de outubro, conforme nota publicada no site da CESPE.

Unir e dividir arquivos PDF no Linux

Para quem precisa manipular arquivos PDF, seja para dividi-los em partes menores, seja para unir vários arquios, o Linux possui uma excelente ferramenta para esta tarefa: o PDFTK. Para instalá-lo, basta executar o seguinte comando, de acordo com a distribuição:

Ubuntu:

sudo apt-get install pdftk

Fedora:

sudo yum install pdftk

Como utilizar a ferramenta

Dividindo um PDF em vários arquivos

O pdftk é uma ferramenta de linha de comando. Particularmente, eu gosto muito, e não presumo que seja um problema para usuários que já fazem a opção pelo Linux. Vamos a um exemplo para dividir um arquivo PDF em vários arquivos, um por página. Basta executar o comando burst:

pdftk arquivo.pdf burst

Após executar este comando, poderá ver que surgiram vários arquivos PDF com o seguinte formato: pg_xxxx.pdf, onde o x representa o número da página extraída.

Selecionando apenas algumas páginas

pdftk arquivo.pdf cat 1-3 5-7 output algumaspaginas.pdf

Ao executar este comando, gerará um novo arquivo PDF chamado ‘algumaspaginas.pdf’ que conterá apenas aquelas páginas que foram selecionadas. Interessante quando quiser evitar acesso a determinadas páginas ou simplesmente deseja descartar algumas páginas, por um motivo qualquer, tornando o arquivo final menor.

Unindo vários arquivos num só

Já para fazer o caminho inverso, unir vários arquivos PDF num único arquivo, há como juntar todos os arquios de uma pasta, ou com um padrão de formato de nome, bem como listar quais são os arquivos que deseja unificar. O primeiro exemplo é a junção de 3 arquivos PDF num único arquivo.

pdftk arquivo1.pdf arquivo2.pdf arquio3.pdf cat output arquivo.pdf

Já neste exemplo vamos juntar todos os PDF’s de um diretório num único arquivo:

pdftk *.pdf cat output arquivo.pdf

Mas não é só isto

Na verdade, a ferramenta é extremamente poderosa. Na página de documentação há diversos exemplos do que pode ser feito utilizando o pdftk. Dentre algumas das possibilidades descritas nesta página, é possível excluir uma parte de um documento pdf, decriptar ou encriptar um arquivo ou girar as páginas, entre diversas outras funcionalidades. Certamente, há muito o que ser explorado nesta ferramenta.

Para maiores informações

Não deixe de visitar o site da PDFLabs, responsável pela criação da ferramenta PDFTK.

Projetos de Lei criam cargos de TI na Justiça do Trabalho

A CCJ – Comissão de Constituição e Justiça, aprovou três projetos de Lei do Tribunal Superior do Trabalho, que visam criar, no total, 137 cargos de Analista Judiciário – Apoio Especializado – Tecnologia da Informação. estes cargos estão distribuídos da seguinte forma: 82 para o Rio de Janeiro (TRT 1ª Região), 46 para os estados do Amapá e Pará (8ª Região) e 8 para o Mato Grosso do Sul (24ª Região).

Caso não haja nenhum recurso, os projetos de Lei 4222/2012, 4226/2012 e 4227/2012 serão encaminhados para o Senado. Uma vez aprovados lá, viram lei, e os cargos deverão ser providos nos próximos concursos dos referidos tribunais.

Conforme a Resolução CNJ nº 90, a força de trabalho de Tecnologia de Informação deve seguir a tabela demonstrada no final do artigo. O número de 137 servidores é o mínimo para cumprir a cota recomendada, o que demonstra a enorme carência de servidores da área de Tecnologia de Informação naqueles tribunais.

FORÇA DE TRABALHO TOTAL MÍNIMA RECOMENDADA PARA TIC

Total de Usuários de recursos de TIC

% mínimo da força de trabalho de TIC (efetivos, comissionados e terceirizados)

Mínimo necessário de profissionais do quadro permanente

Até 500

7,00%

15

Entre 501 e 1.500

5,00%

35

Entre 1.501 e 3.000

4,00%

75

Entre 3.001 e 5.000

3,00%

120

Entre 5.001 e 10.000

2,00%

150

Acima de 10.000

1,00%

200

MPU: Retificação do Edital do 8º Concurso (área de TI)

Coincidência ou não, mas estão cobrando TANTO conteúdo no concurso para as áreas de TI que esqueceram algumas coisas (não bastasse os bilhões de conteúdos já exigidos), e com isto o edital foi retificado. O novo conteúdo programático pode ser conferido neste link. A boa notícia é que a retificação também aumentou o número de vagas para a especialidade desenvolvimento.

Dilma sanciona lei 12.823 e cria quase 7 mil cargos na área técnica

A Presidente Dilma sancionou ontem a Lei nº 12.823/2013, que cria diversos cargos dentro do Poder Executivo, em especial relacionadas às áreas técnicas e de tecnologia. Para os profissionais em Tecnologia de Informação, o grande destaque é a criação de 500 (quinhentas) novas vagas para o cargo de Analista em Tecnologia da Informação do MPOG, o que mais do que dobra o atual quadro, de 375 (trezentos e setenta e cinco) servidores. Há, inclusive, especulações de que o concurso poderia ser adiado e que novo edital viria com previsão de 200 (duzentas) vagas, contra 74 do atual. Engraçado foi que também ontem foram publicadas alterações no edital, entretanto, para a “decepção” de muitos, houve apenas modificações no cronograma e conteúdo programático da prova discursiva, com inscrições prorrogadas até o dia 28 de junho. Também foi confirmado que as provas ocorrerão no turno da manhã, conforme comunicado.

Confira abaixo o texto da lei, ainda não publicado no portal do planalto:

Continue reading “Dilma sanciona lei 12.823 e cria quase 7 mil cargos na área técnica” »