8º Concurso do MPU – Links e dicas após o resultado final

Uma vez que ontem foi divulgado o resultado final do 8º Concurso do MPU para os cargos de nível médio, é bom relembrar algumas matérias que já coloquei aqui no blog, dar algumas dicas e também responder a algumas dúvidas muito frequentes.

Nomeação

As nomeações devem ocorrer em breve. O MPU teve um orçamento generoso para preenchimento de vagas em 2013, e isto não deve se repetir em 2014, onde as nomeações devem ocorrer num ritmo mais lento, conforme pode se observar no anexo V que está disponível para apreciação do legislativo. As vagas a serem preenchidas são aquelas do edital nº 6, publicado em 11 de novembro.

Provavelmente, naqueles estados em que houver mais de uma vaga para cidades diferentes, deve ser utilizado o mesmo processo utilizado para os candidatos do 7º Concurso: é enviado um email questionando sobre as preferências de lotação, de acordo com as vagas disponíveis. O candidato, de posse da chave recebida no email, preenche um formulário na internet em que coloca suas preferências por ordem de prioridade. A prioridade na lotação é dada primeiramente as candidatos PNEs, na ordem de classificação, e depois para a ordem de classificação da lista geral.

Rotatividade

Embora exista, normalmente é bem diferente dos cargos de Técnico Administrativo e Analista Processual. À exceção de cargos específicos como Técnico em TI, e alguns cargos no Distrito Federal, em geral quem assume o cargo dificilmente vai tentar outros concursos. O quadro de servidores ainda é relativamente novo (começou a se formar na década de 90), e ainda há poucas aposentadorias. Então, embora o MPU possa chamar muito além das vagas e é o que ocorre nos cargos de Técnico Administrativo e Analista Processual, nas demais áreas isto não é tão comum. Até mesmo para se conseguir remoção não é algo muito simples.

Artigos contendo dicas

Não deixe de ler artigos que já escrevi que podem ser muito úteis:

Dica final: até por tudo o que já disse, aqueles que eventualmente quiserem uma remoção no futuro devem tentar tomar posse e entrar em exercício o quanto antes.

Qualquer outra dúvida, comente aí embaixo!

Como Economizar no Free Shop da Argentina

Esta é uma excelente dica para quem desejar fazer compras na tríplice fronteira. O Duty Free Shop costuma ter preços mais altos que o Paraguai. Entretanto, atualmente ele tem feito um câmbio bastante vantajoso para compras em pesos, moeda da Argentina, de forma que muitos produtos, embora estejam com o preço em dólar mais alto que no Paraguai, por exemplo, podem ser mais baratos.

Na última terça-feira, por exemplo, os valores do câmbio dentro do Free Shop eram os seguintes:

  • 1 dólar = 5,86 pesos
  • 1 dólar = 2,32 reais

A conta é simples. Pela regra de 3, cada peso equivale a R$ 0,395. Entretanto, no Brasil estes pesos podem ser adquiridos por 27 ou 28 centavos, em média, conforme a data em qualquer casa de câmbio. Então, na verdade, é como se o dólar fosse cotado a aproximadamente R$ 1,70, aproximadamente 30% de desconto.

Para dar um exemplo, o Whisky Red Label de 1l estava cotado a 18 dólares no Paraguai, e a 20 dólares na Argentina. Entretanto, se você fosse comprar em reais pela cotação do dia nas lojas, enquanto no Paraguai você pagaria  pouco mais de R$ 40,00; fazendo a compra em pesos você pagaria apenas 117,20 pesos, ou R$ 31,00.

Além do desconto, há todo o conforto de poder atravessar de carro, estacionamento fácil e até mesmo a tranquilidade da aduana brasileira. Lembrando que para ir ao Free Shop argentino não é preciso passar pela aduana do lado dos hermanos.

MPU: Dicas para quem foi nomeado

Aproveitando que alguns colegas foram e/ou serão nomeados, vão algumas dicas importantes para os novos servidores, meio que respondendo a algumas dúvidas dos servidores:

A primeira dica é para consultar a seção deste site. Aqui em cima, em “search in this website”, praticamente qualquer tema relevante, para servidores em início de carreira já foram mencionados. Leia para saber os direitos e deveres dos servidores.

O salário bruto inicial de um técnico é de pelo menos R$ 5.345,03 (incluído o valor do auxílio alimentação, de R$ 710,00, pago em espécie). Este salário equivale a um servidor sem curso de graduação completo, com as seguintes verbas:

  • Vencimento básico: R$ 2.824,17
  • GAMPU (Gratificação de Atividade do Ministério Público da União): R$ 1.750,99
  • VPNI (que eu chamo de “lulabono”): R$ 59,87
  • Auxílio alimentação: R$ 710,00

O valor líquido é de R$ 4.484,01, para aqueles que ainda estiverem vinculados ao regime antigo de previdência (lembrando que o Funpresp-Jud deve atender ao MPU apenas a partir de outubro deste ano), sendo os descontos de R$ 509,85 a título de seguridade e R$ 351,17 de imposto de renda.

Quais são outros benefícios básicos dos servidores?

A simulação do salário, já considerando o novo plano (ainda com algumas limitações, como não contemplar o desconto do plan assiste e o valor de auxílio creche). estão disponíveis neste link.

O adicional de penosidade, por exemplo, é pago em função da localização em que o servidor trabalha. Portanto, leve-o em consideração naquelas “segundas opções” de cidades de estados que possuem o benefício. A maioria dos estados possui pelo menos um município que paga este benefício, e ele é pago automaticamente pelo exercício no cargo. Além de dar uma melhorada no salário, pode ser um atrativo que facilite na hora de negociar uma permuta.

Via de regra, a estrutura do MPF no interior é melhor que do MPT. Já na capitais tende a se equilibrar, sendo melhor uma ou outra unidade.

Novos servidores podem permutar com servidores “antigos”, desde que o servidor antigo tenha pelo menos dois anos da sua última remoção. Uma vez ocorrida a permuta, vale o gancho pelo prazo de dois anos.

Via de regra, o padrão de vestimenta é comum. Camisetas e roupas mais esportes são aceitáveis em PRMs menores. Mas camisa pólo + calça jeans é compatível com qualquer unidade do Brasil.

Muitos servidores aprovados para o concurso de analista já são técnicos no MPU, e assim que houver vacâncias, estes cargos devem ser providos logo.

Um rápido update, lembrei que deixei algumas coisas importantes de fora

O salário do MPU é pago entre o dia 21 a 23. Me perdoe se der alguma informação errada, mas a princípio, quem conseguir entrar em exercício até antes do dia 10, que é quando é feito o fechamento, consegue já receber o primeiro salário ainda nesta folha normal. Os demais, recebem através de “folha suplementar”, que normalmente sai no fim do mês ou no comecinho do mês seguinte. Então, quem entra na primeira quinzena, acredito, mas não tenho certeza, não terá problema em receber o primeiro salário no máximo no comecinho do mês seguinte. 

O plano de saúde do MPU não é maravilhoso, é caro, mas tem cobertura também da Unimed e Gama Saúde. O mais importante, creio, é que ele possui “resseguro”, ou seja, há um teto máximo de despesas que o usuário assume a título de coparticipação, o que é muito importante em caso de imprevistos.

Servidores do MPU conseguem contratos de consignação a baixas taxas de juros, mas evite alguns bancos que são mais problemáticos: Cacique e Alfa, por exemplo, são extremamente complicados na hora de se solicitar o saldo devedor e ainda normalmente fazem cálculos incorretos. Se lembrar ou sugerir um tema interessante nos comentários, volto a fazer atualizações neste tópico.

Jornada de Trabalho

Por padrão, é de sete horas diárias, e o horário é de 12h às 19h. Dependendo da unidade, pode ser necessário que trabalhe pela manhã ou num horário diferente, mas é a exceção. Algo muito importante: servidor estudante tem direito à jornada especial, de forma que sua jornada seja compatível com o horário de estudos. Via de regra, a jornada é aferida por meio eletrônico, e não costuma ser difícil faltar, sob compensação das horas não trabalhadas, para resolver problemas particulares, de qualquer natureza.

Outras dúvidas que julgarem interessantes, coloquem nos comentários.

Onde Estudar TI? Cartilhas CERT

Esta, embora seja uma dica para os usuários mais iniciantes, é uma boa: a página da CERT – Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil. Há uma série de tutoriais rápidos, bem feitos e atrativos sobre diversos cuidados que devem ser tomados, num ótimo tutorial para quem quer entender um pouco mais sobre segurança na internet. O melhor de tudo é que o conteúdo é disponibilizado na forma de Creative Commons, ou seja, pode ser copiado e livremente utilizado, desde que citada a fonte. Clique na imagem para entrar no site das cartilhas do CERT.

Link para página do cert
Página principal das cartilhas do CERT

A cartilha com todos os temas também está disponível, nos formatos PDF e ePUB.