Receita Federal lança aplicação para “rascunhar” Declaração de 2015

A Receita Federal do Brasil lançou no último dia 03 de novembro a aplicação “Rascunho da Declaração de IRPF 2015”. Esta app é facultativa, e permite ao contribuinte ir registrando ao longo do ano os fatos que causem impacto na sua declaração, como o recebimento de rendas, pagamento de despesas dedutíveis, doações etc.

Visual da Aplicação Rascunho. Fonte: Portal G1 – Disponível em http://s2.glbimg.com/LXnesCyYTZAE8Ok2njc8obSP14w=/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2014/11/03/rascunho-irpf.jpg

O aplicativo pode ser visualizado através da internet, neste link, e ainda tem versões para smartphones e tablets que rodem Android ou iOS.

O registro de rascunho não significa que o contribuinte tenha feito a declaração. Já fiz um rápido teste e uma das críticas que tenho ao app é não informar como será feita a exportação dos dados, pelo menos na versão web. Não me pareceu, numa rápida olhada, ser possível importar dados da declaração de 2014, de forma que a principal funcionalidade, a princípio, parece ser mesmo o registro fácil de pequenas despesas que acabamos nos esquecendo de separar os recibos no dia-a-dia, e são feitos de forma bastante corrida quando do momento de preencher a declaração.

Sailfish – Um grande SO?

O mundo dos sistemas operacionais móveis anda muito agitado. Por mais que o Android conquiste sua fatia como líder de mercado, IOs mantenha um grupo fanático e Windows Phone tem alguma parcela de destaque, em especial pela forte campanha publicitária, aliada ao peso da marca Nokia, novas companhias tentam se aventurar propondo novos sistemas operacionais para os dispositivos mobile, que são hoje a bola da vez do mundo da tecnologia.

A Samsung está desenvolvendo o sistema Tizen, aparentemente para um perfil high-end. A Mozilla, criadora do navegador Firefox, mostra querer atender a um público mais amplo com o Firefox OS, um sistema que promete rodar em smartphones de baixa capacidade. A Canonical, responsável pelo Ubuntu, a mais popular distribuição Linux, também entra na briga com o Ubuntu OS. E, por fim, (ufa!), tem o Sailfish OS, da Jolla, uma companhia criada por ex-funcionários da Nokia. Será que neste grande mercado, alguém tem como se destacar?

Continue reading “Sailfish – Um grande SO?” »

Google anuncia o Google Play Games

O Google confirmou uma das especulações durante o Google I/O, sobre a criação de uma rede social específica para jogos, o Google Play Games. Há várias APIs, sendo que elas são realmente muito interessantes, vamos aos detalhes:

A primeira é a de salvar o progresso do jogo em nuvem. O que isto significa? Que você poderá continuar o jogo de um outro aparelho, bastando para isto conectar contas do Google+.

Outra vantagem desta espécie de rede social é que haverá um ranking de todos os jogadores e outro e seus amigos. Será possível também executar jogos multiplayer, com até quatro jogadores. Neste caso, trata-se de uma funcionalidade exclusiva para Android. Estas são as principais vantagens para os usuários.

Entretanto, nem tudo parece ainda estar funcionando muito bem. Houve problemas e não foi demonstrada a funcionalidade multiplayer.

Já para os desenvolvedores, há APIs que checam a origem do download da app. Com isto, o desenvolvedor terá informações sobre a pirataria de suas aplicações, se eventualmente não forem baixadas pela Play Store.

O Google Play Games é suportado por dispositivos que utilizam Android 2.2(Froyo) ou superior. Ou seja, mais de 98%* dos dispositivos Android suportarão esta nova funcionalidade.

*Conforme o portal Android Developers