Veja a íntegra do novo plano do MPU

Com a colaboração do colega androsvillazza, do fórum pcsja.org, disponibilizo a íntegra do substitutivo apresentado ao PL 6697/2009, que trata do novo plano de cargos e salários dos servidores do MPU, que pode ser obtida neste link.

A não ser pela adaptação dos valores, já disponibilizados na simulação, permaneceram as principais alterações propostas neste plano, a saber:

  • Redução do prazo de permanência de remoção e permuta para um ano, inclusive para novos servidores;
  • Implementação em 8 parcelas;
  • Aumento do adicional de treinamento de 1 para 2,5% sobre o vencimento básico, limitado a 5% (240 horas de treinamentos);
  • Possibilidade de acumular FC ou CC com gratificações de projeto e segurança;
  • Reajuste das CC’s em 16 a 25%, vigentes a partir de junho de 2016;
  • Transformação de 700 CC-2 em CC-4 a partir de julho de 2016, e de outras 700 em julho de 2017, alocadas nos ofícios. Preferencialmente, serão alocadas as CCs referentes aos ofícios de Subprocuradores, Procuradores Regionais, Procuradores de Justiça e Procuradores da Justiça Militar.

8 thoughts on “Veja a íntegra do novo plano do MPU”

  1. Barbosa, boa noite. Eu sou servidor sem vínculo (comissionado) e fiquei com dúvida em relação a essa transformação. Todos os CC-02 serão transformados em CC-04 ou apenas uma parte? Segundo a lei, o total seria de 1.400 CC-02 transformados, mas fico na dúvida se isso abrange todos os comissionados dessa categoria ou somente parte de nós, comissionados.

    1. Agora sem os 13% vais ter uma aumento maior…
      “Nenhuma situação é tão complicada que uma mulher não possa piorar – Tom Jobim”.

  2. Boa noite! Vi que foi aprovado hoje no Senado reajuste de 41,47% para Judiciário e 12% para MPU. Os projetos não são praticamente idênticos, porque essa diferença de porcentagem? Obrigada

  3. José Barbosa, bom dia!

    Pelo que olhei no projeto de lei aprovado, não passou essa reduão do gancho de 3 para 1 ano, confere?
    Ou seja, continuamos “presos” por 3 anos, isso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *