MPU faz primeira nomeação dos candidatos do 8º concurso

Foram publicadas hoje, no Diário Oficial da União, as primeiras nomeações do 8º Concurso do MPU. Foram contempados os cargos de Técnico do MPU/Saúde/Enfermagem e Saúde Bucal além da especialidade Tecnologia da Informação. Os candidatos aprovados no 8º Concurso do MPU, promovidos pelo Cespe, tem prazo de trinta dias para posse, contados desta nomeação. Confira abaixo a lista dos candidatos convocados:

Técnico do MPU/Saúde/Enfermagem

Distrito Federal – DF

MPF (PGR)

LUCAS DENONI CRATO

MPT

LIDIA ESTER LOPES DA SILVA

MPDFT

LEOSMAR GOMES DA SILVA
DIANE MARIA NUNES DA SILVA

Pernambuco

MPF

CAMILA DA COSTA LIMA SOUTO

Técnico Administrativo

Minas Gerais

MPF

FABIO EDUARDO PINTO COELHO

Tecnologia da Informação – Nível Médio

Minas Gerais

MPF

LEONARDO BRANDAO BASTOS ROSA
DUILIO CAMPOS SASDELLI
MARCUS HENRIQUE LUCAS MOTA
STEFFANY HELLYANO DE SOUZA

MPT

WELLINGTON GARCIA PEREIRA

Bahia

MPF

GUILHERME AUGUSTO CORTIAL CHAGAS SANTOS

Distrito Federal

MOZART DIAS MARTINS
DIOGO ALVES DE SOUSA
THIAGO COUTINHO ACIOLY
EDUARDO LUIZ TEODORO
ANTONIO JOSE DOURADO DA CONCEICAO
THIAGO VITOR DE ANDRADE MELO
FELIPE VASCONCELOS DE SOUZA
PEDRO OLIVEIRA DE AZEVEDO
LUAN COLI DANTAS
LEONARDO LEITE MARTINS
TIAGO RODRIGUES DE ARAUJO
LEONARDO AUGUSTO RODRIGUES
MARCELO BOAVENTURA DOS SANTOS *

MPT
RAFAEL DE ALMEIDA NASCIMENTO
THEOGENES FERREIR DUARTE
ISRAEL RIBEIRO MARTINS
ROBERTO WANDER BEZERRA DA COSTA
IVY STEFANY VIEIRA FLORES
RAFAEL CAMPANHARO FAVORETO
RODRIGO COSTA GOMES
ANDRE LUIS ITACARAMBI REGO
NICOLAS IRINEU TEIXEIRA

MPM
ANTONIO DE PADUA CARVALHO LOPES

MPDFT
LAYO FRANCISCO AGUIAR
GABRIEL DE OLIVEIRA RODRIGUES PORTO
MARCO AURELIO DE AGUIAR SANTOS
BRUNO CESAR LOPES BRAGA
DANILO SOARES CARNEIRO
PAULO AUGUSTO BERNARDI LEITE
LUIZ AUGUSTO BEZERRA CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE

Espírito Santo

MPF

RENATO PORTELA RIBEIRO

Saúde Bucal

Pernambuco

MPF

MIRELLA TAVARES CAMPOS

Distrito Federal

MPF

CLARISSA ROCHA MARTINEZ

MPT

THIAGO ALVES CEDRO

MPDFT

CAMILA ISRAEL AZEVEDO
CLARISSA BORGES BARBOSA

Lembrem-se de que o blog tem dicas sobre documentação e para quem vai para uma nova cidade, que podem ajudar muito para quem está em dúvidas e acabou de ser nomeado!

25 comentários sobre “MPU faz primeira nomeação dos candidatos do 8º concurso”

  1. Bom dia!
    Por acaso você sabe o motivo de não terem sido preenchidas as vagas livres após o processo de remoção? No ES existe uma vaga de Técnico em TI prevista no edital, mas pelo que eu entendi também existe outra vaga livre após o processo de remoção.
    porém, apenas um técnico foi nomeado.
    Abraços!

    1. Preciso verificar, mas pode ser que eventual vaga disponível na transparência seja a que estava precisando de alguém ser nomeado para ser suprida por algum servidor que já foi removido. Verifique se foi o caso: se alguém foi removido para o ES, mesmo que dentro do Estado.

  2. Legal, temos vaga pra Tecnico de TI desde abril aqui em Palmas – To e não será preenchida pois os bons gestores do mpu não colocaram ao menos cadastro de reserva pra TO!

  3. Olá!
    José Barbosa, gostaria de, se possível, ter três esclarecimentos da sua parte.
    Antes, quero dizer que estou classificado como portador de deficiência na 10ª colocação para o distrito federal no cargo de analista de gestão pública.

    I – Observei que em concurso anteriores não havia este cargo, corrija-me se estiver errado. Logo, ao seu ver, qual seria a demanda de convocação no distrito federal?

    II – O edital deixa claro que os candidatos aprovados poderão ser nomeados para UF distinta da qual escolheu. Nesse caso, como fica a questão dos PNE’s caso haja a 5ª vaga ou outras previstas na reserva especial para deficientes em outros estados que não possuem cadastro de reserva de portadores de deficiência?
    Por exemplo, considere que o Amazonas não formou cadastro de deficientes e agora vai ser nomeado reservista para a 5ª vaga, o nomeado é o candidato não deficiente da lista do Amazonas ou é um deficiente da reserva de outro estado?

    III – O edital não contemplou todos os estados no cargo de analista de gestão pública, caso haja necessidade em outro estado que não tem cadastro de reserva feito nesse concurso para esse cargo, poderá haver nomeados pela lista geral?

    Desde já agradeço pela ótima colaboração.
    Suas informações são norte para os que estão ansiosos pela espera da convocação.

    Abraço.

    1. Gestão Pública já existia, apenas mudou de nome, é o antigo Analista Administrativo.

      O que eu acredito é que a questão dos PNEs será como a de outros concursos: a 5a vaga será disponibilizada a deficientes, mas na prática não deve haver 5a vaga. Na verdade, a maior demanda para o cargo é no DF, onde ficam centralizados os setores administrativos dos ramos do MPU.

      Quanto aos outros estados, quem for aprovado provavelmente será convocado quando da abertura de vagas. Particularmente, acredito que estas vagas extras, não previstas em edital, só devem ter nomeações no segundo semestre de 2014 para a frente.

    1. Tudo é muito relativo. Eu diria que a ASMPF, até por linha ideológica, defende o interesse dos servidores mais antigos, e não traz lá muitos benefícios para quem está fora do DF. O único “extra” que ela oferece, que nenhum outro sindicato/associação defende é aquela carta de fiança para quem precisa alugar um imóvel junto a imobiliárias (segundo me falaram, não tenho certeza).

      O Sindicato (SINASEMPU) entra com algumas ações, de vez em quando, mas eu mesmo deixei de pagar por não estar enxergando “benefício” na prestação de forma mais prática.

      Recomendo que analise o custo x benefício do SINASEMPU ou da Anata. Sinasempu cobra 0,8% do vencimento básico, a Anata, salvo engano, 20 reais de Técnico e 25 de Analista.

        1. Oi Zé! deixa eu lhe perguntar, quando entramos no poder executivo recebemos 80% da gratificação e só depois da 1° avaliação ( com 1 anos de exercício) passamos a ganhar 100% da gratificação , no MPU acontece a mesma coisa?.

          att

  4. José, bom dia.

    Recebi o e-mail de nomeação hoje aqui no RJ, e tenho uma dúvida. Teria como eu saber antecipadamente com o RH a cidade em que serei lotado, pois como já sou servidor público eu dependeria dessa informação para pedir exoneração ou não do meu emprego atual, pois uma das opções de cidade que recebi não seria possível por ser quase no espirito santo.

    Obrigado.

  5. Prezado, Jose, boa tarde.

    Fiquei com uma duvida ao ler seu comentario ao responder ao Pedro.

    No meu caso, recebi o email informando que apos a posse eletrônica, compareça na unidade de lotação com os documentos, entendi que ja devo ir pra a cidade de Ilhéus e não procurar a sede do MPF em salvador, correto? O DOU saiu PRM-Ilheus como lotação.

    Obrigado.

    1. para tomar posse pode ir direto na PR-BA, em Salvador, é até mais fácil. Entretanto, também tem a opção de tomar a posse direto em Ilhéus. Neste caso, só lembre de avisar o RH em Salvador, porque é necessário haver uma autorização para que o Procurador de lá lhe emposse no cargo.

        1. Meu caro,

          se não fosse por você não conseguiria tomar posse ontem, foi na PR-BA mesmo. Ja estou na cidade de lotação para entrar em exercício hoje.

          Muito obrigado!

  6. Prezado Jose Barbosa

    Qual a expectativa ou sentimento aí no MPU de chamarem analistas do cadastro de reserva do 8º concurso? Ex.: 10, 20, 30% acima das vagas imediatas…

  7. Acredito que para o cargo de gestão pública, pelo menos em Brasília, devem chamar, no máximo, 80 pessoas. Isso no período de 4 anos. No último (para Analista Administrativo) chamaram menos da metade disso, mas era um concurso para 2 anos somente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *